Ladainha de Angola

Certa vez o meu bom mestre
me disse com emoção
que sozinho uma andorinha
não pode fazer verão
é por isso que lhe digo
meu amor (minha menina) escute bem
se eu gosto de você
cê tem que gostar também
não me olhe desta forma
o capoeira é assim
faz o amor a sua vida
é principio, meio e fim
não levo faca de ponta
nem carrego patuá
minha força é capoeira
e o meu pai oxalá
um amor assim tão puro oi iaiá
é difícil encontrar
pra morder esse capoeira
você sempre irá lembrar
eu viajo pelo mundo
no toque do berimbau
é jogando capoeira
angola e regional
eu viajo pelo mundo
no toque do berimbau
ele cura a ferida
e me tira do meu mal
é que eu sou capoeirista
por favor não me leve a mal

http://members.fortunecity.com/bantus/musicas.htm

Anúncios

~ por Alfredo em outubro 15, 2007.

Uma resposta to “Ladainha de Angola”

  1. Esta também é muito boa; aliás, ela lembrou-me um poeta paraibano: Zé da Luz.
    Parabéns, poeta.
    Bem sejas tu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: