O Berimbau

o berimbau
na roda de capoeira
certa vez silenciou
até parece
que é coisa do passado
ver um homem ajoelhado
porque seu gunga quebrou
também sofri
chorei
eu também compreendia
pois também naquele dia
eu ganhei meu berimbau
perguntei qual o seu nome
ele então me respondeu
eu me chamo capoeira / da pedra de camafeu – coro
parece
será que meu deus conhece
quando o tristeza padece
eu toco o meu berimbau
oh que tristeza
como dói meu coração
se berimbau não falasse
eu não falava também
não jogava a capoeira
e não gostava de ninguém
mas o meu berimbau fala
fala berimbau / joga a capoeira
camafeu está chorando / chorando desta maneira – coro

Anúncios

~ por Alfredo em outubro 15, 2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: