Domingo de links, segunda de post

Domingo é um dia propício para descobrir coisas na internet. Não mais que qualquer outro dia. Estão ai alguns links dos favoritos:

vh1

TVTuga – VH1: O site é mais um desses de veja tal canal online. O bacana é que a maioria que está na lista funciona, o que é raro em sites do gênero. O VH1 é um canal que eu descobri uns 2 anos atrás em um final de ano na casa de uns amigos. O slogan do canal é “cultura pop” e a grande atração, na minha opinião, são os programas “60 melhores clipes de tal gênero” ou, no caso do final do ano, “100 piores clipes de metal”. No site oficial eles disponibilizam alguns desses programas.

Elliott Burford: Ilustrações boas com idéias boas: sacanear com aquelas mensagens motivacionais de e-mail. Fazem alguns bons anos que não recebo essas coisas e sou feliz por isso, mas não me chatearia se alguém me mandasse essas fabulosas mensagens positivas (sarcasmo). Acho que tenho uma quedinha pela desgraça. Esse link é uma luz vinda do Twitter.

RatNeuronOnChip_color

SpaceCollective: O FFFFound voltou ontem mesmo. Nas garimpadas e quase-horas de cliques acabei ficando fascinado por alguns grafismos e não parei de clicar até, quase que por deriva, vir parar nesse site. Depois de um grande final de semana conversando sobre ciência e limites humanos a relação entre as funcções analíticas e intuitivas do cérebro, e do que mais tivermos controlando isso, parece que fica mais fascinante. Qual a diferença entre tecnologia e arte?

zu

Zu: Trio italiano de música. Que tipo de música? Nem a wikipedia consegue definir direito. Zu tem uma formação que para mim é a mais ousada e arriscada, bateria acompanhada de baixo e saxofone. Sua música não parece nem um pouco as prováveis músicas de elevador quando se pensa em trio de jazz com tal formação. Eles tocam uma música frenética e quebrada, tempos atípicos e pausas entre as frases que quase me derrubaram da cadeira. Há uma semelhança com o math rock, que tem essas características mas não tem uma pegada tão jazz. Ao mesmo tempo Zu abraça o barulho (noise), interferências e ruídos eletrônicos como se fosse inerente à esse tipo de música. O som não soa natural, harmônico e tranquilo, mas também não soa como tentativa frustrada de música conceitual de vanguarda. Eu não consigo imaginar como eles ensaiam.

Bromio (1999)

The way of the animal power (2005)

Zu & Nobukazu Takemura : Indentification With The Enemy: A Key To The Underground (2007)

Carboniferous [2009]

Links por supershock666.blogspot.com

1Hüsker Dü: Abandonei os programas de download faz algum tempo, só uso para baixar algumas raridades (como o cd do velho de cancer). A técnica infalível é digitar “nome da banda rapidshare“. Muitas das vezes caí num site chamado rapidlibrary que é de onde eu sempre baixo. Mas tem que tomar cuidado com a quantidade de links de vírus rodeando o link certo. Depois da busca e que você clicar no resultado que você quer, digite o código de segurança, depois disso em baixo dele aparecerá um FILE DOWNLOAD em letras bem grandes. Enfim, domingo foi um dia de Hüsker Dü alto. Cheguei em casa e fui baixar um dos álbuns que eu mais gosto deles, o New Day Rising. Terceira vez que estou ouvindo ele na sequência. Um amigo disse que vai tocar Hüsker Dü em seu casamento, acho válido. Eu particularmente prefiro ouvir em outro tipo de ocasião. Fica a dica.

Zen Arcade

New Day Rising

Everything Falls Apart and More

Anúncios

~ por Alfredo em maio 25, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: